domingo, 17 de fevereiro de 2008

A real da reciclagem no Campus Party

Por: Diego Fernandes



O campus verde foi mais publicidade do que prática. Empresas importantes patrocinaram esta área do Campus Party e segundo os organizadores o lixo estava sendo coletado e reciclado. Os coletores de material reciclado estavam em muitos lugares e havia um contêiner especial para o lixo separado.

A verdade é que o lixo não foi separado pelos participantes nas lixeiras coloridas, e mesmo se fosse, seria juntado em um saco só e arremessado num container sem coleta seletiva nenhuma. Os verdadeiros responsáveis pela reciclagem do lixo do evento, foram dois catadores que coletam latas de alumínio e papelão. José Martins da Silva, 50 anos, pedreiro desempregado há 5 anos; e Jéferson Pereira dos Santos, 36 anos, metalúrgico desempregado há 2 anos, dormem na entrada de um banco da avenida paulista e vendem as latinhas a R$ 2,75 o quilo, e o papelão a R$ 0,30 o quilo. Há um terceiro catador que empresta o carrinho para transportar o material coletado que mora num albergue municipal.

Na quinta-feira eles se alimentaram dos restos de comida que encontraram no contêiner de lixodo evento, e hoje, graças aos 10 quilos de alumínio e aos 110 quilos de papelão que venderam, cada um ganhou 20 reais. Compraram café da manhã, almoçaram marmitex de R$ 7 e ainda tinham dinheiro na tarde de sexta, quando vieram coletar mais papéis e latas. No mesmo dia em queos catadores comiam restos do lixo do evento, os organizadores, palestrantes e VIPs, comiam lanchinhos com tomate seco, espetinhos de queijo de cabra e tomavam champagne caríssimo no coquetel do Steve Johnson.


A empresa contratada para a limpeza do evento (contratada mais de 6 meses antes do início do evento) também presta serviço de coleta seletiva e destina para a reciclagem, mas este serviço não foicontratado pela organização do evento, logo a empresa contratada não teve nenhuma responsabilidade em separar e destinar corretamente o lixo.

A coordenadora do conteúdo do campus verde (contratada 4 dias antes do início do evento), não conseguiu organizar a coleta e destinação do lixo, mesmo porque deveria coordenar as atividades e não a logística do campus verde. Apesar da tentativa de colocar lixeiras de coletaseletiva e uma caçamba para o lixo que fosse separado, o qual seria doado a uma cooperativa de reciclagem.

Espero que a próxima edição do evento não seja tão cinza, e que a empresa de limpeza só realize eventos com coleta seletiva e destinação para a reciclagem. O campus verde se resumiu a poucas palestras sem participação e prêmios do planeta sustentável.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Creative Commons License
Ecobservatório by João Malavolta is licensed under a Creative Commons.
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More